quarta-feira, 1 de abril de 2009

Deficiência = Dificuldade?

«Antes de sentir pena de alguém em qualquer ocasião, é preciso parar e observar de verdade. A dificuldade está nos olhos de quem vê e a felicidade no coração de quem sente.»



in O Gato de Rodas

*
Subscrevo completamente o que a Ani, mãe do Lucas, escreveu.

Muitas pessoas ficam boquiabertas quando lhes respondo que a dificuldade não está em lidar com a Paralisia Cerebral do meu filho, a nossa grande dificuldade está em minimizar as sequelas da doença pulmonar crónica que ele padece. As pessoas não percebem!
*
Somos, antes de mais nada, uma família perfeitamente normal e feliz (dentro das nossas possibilidades, claro). O nosso filho é tão normal para nós como qualquer outro filho de qualquer outro casal...

Lembro-me agora da minha tia que me respondeu (numa ocasião em que falávamos acerca de deficiências e eu ter referido a deficiência do meu João): "Ai, filha, não digas isso do menino, ele não é deficiente!"... Graças a Deus, não somos só nós, pais, que encaramos o João com extrema normalidade, mas também o resto da família.

Não é o facto de ele precisar de uma cadeira de rodas para se deslocar e de necessitar de um sistema alternativo de comunicação que o torna "menos" que os outros.

Para nós, ele é sempre MAIS!
*


13 comentários:

Catarina disse...

E sabes uma coisa?
Eu acho que ele não é só lindo por fora... é lindo por dentro...
nota-se no olhar uma tranquilidade que muita gente não tem.
Já te o disse uma vez, eu tenho a certeza que ele é uma criança feliz.

Ani disse...

Fico lisonjeada com a citação!

Conforta-me o coração saber que outras famílias dividem o mesmo sentimento que nós. Já me disseram que somos exceção nessa nossa relação com o Lucas. Aonde estamos e sabemos que será prazeroso ao Lucas estar junto, lá está ele! Tentamos não nos preocupar com que os outros irão pensar, mas há sempre alguém disposto a testar a nossa felicidade... E quando não é possível trazer a pessoa para nós e compartilhar de nossa alegria, só nos resta continuarmos a ser felizes!! Ea há algo melhor?!

Felicidade para nós!!

Grande beijo.

Piquenina disse...

Mais ele é um grande MAIS!

Dina disse...

Olá, olá

Eu que sou mãe de três filhos, penso, sem falsa modéstia, que posso afirmar que são TODOS iguais!!!

Já escrevi alguns post's sobre este facto, de conseguirmos ser felizes mas, é verdade nós conseguimos, nós somos felizes!!!

É fácil, obviamente não é!

Mas cada etapa dos nossos filhos traz os seus problemas.

Às vezes dizem-me que se precisar ficam com o Afonsinho, num fim de semana, numa tarde para eu descansar, para eu ir ao cinema...

Eu agradeço e depois a sorrir, costumo dizer que com o Afonsinho não é necessário, pois ele não me dá trabalho nenhum mas, tenho mais dois, uma com 10 e outro com 14 anos se quiserem ficar com eles...

Muitos beijinhos

É sempre com enorme alegria que leio mais um post vosso...

Sofia disse...

Há muita gente dita NORMAL que não chega nem à sola dos pés do nosso Principezinho...
Há muitas famílias ditas NORMAIS que não conseguem chegar à Felicidade...
Vocês conseguem ser MUITO MAIS do que tudo isso. Que DEUS vos continue a dar o discernimento que necessitam para continuarem a ser o EXEMPLO de VIDA que são.
Um grande beijo.

Nala disse...

Ele é melhor do que qualquer outro menino. Sabes porque? Porque ele, ao contrario dos outros, luta para que o aceitem,não como alguem gostaria que ele fosse, mas como realmente ele É! Es lindo, lindo, mesmo!

Xu disse...

Defecientes sao as pessoas q encaram uma pessoa feliz como um "coitadinho" e eu sinto esse tratamento pelo meu excesso de peso q faz de mim uma criatura "nao normal". Pa mim o J é um miudo giro, simpatico e cheio de vontade de viver, precise ele do q precisar pa tornar a sua felicidade mais visivel... Amo-o incondicionalmente seja como for e pensem o q kiserem e como kiserem. Tomara essas pessoas um dia serem tao amadas como é ele ... tomara elas!

Grilinha disse...

Mama Sisa...

Uma lagrimita no canto do olho.

O principezinho é realmente lindo, feliz e entranha-se no nosso coração. Que nunca aconteça nada, que nunca precise, mas acredita que eu FICARIA com esse menino, se ele precisasse, como quem fica com um sobrinho. Tu sabes que ele é o meu outro amorzinho !!!
E tu sabes que eu ENTENDO mesmo este post....

Adoro-vos demais ! Bjs

Anónimo disse...

Nunca veja o seu menino como diferente. Veja-o apenas como especial...

Terra Mãe disse...

Deixas-me sempre sem palavras!

ClaudiaMG disse...

Mais uma vez Mãe Sisa, um excelente Post. O Principezinho é uma linda criança que tem a sorte de ter em seu redor uma excelente mãe e uma óptima família. E quando assim é, é bem mais fácil encarar tudo o resto.

Beijinhos

Anónimo disse...

para os outro sim, para nós não, mas que interessam os outros! o pior é na escola meninos diferentes ficam de parte, e começa logo pelos professores, não têm tempo, são muitos meninos, não podem estar só com um, bla,bla,bla... conversa facil, facil é ensinar meninos sem dificuldades e os outros? os pais que arranjem alternativas!
Bem haja!
Bjs

Mina disse...

Mâe Sisa
Oa filhos são sempre um bem supremo.
E as dificuldades só os tornam mais especiais e vencedores.
bjocas