quarta-feira, 27 de maio de 2009

(na continuação das) TAMPAS & TAMPINHAS


Agora é mesmo oficial: aceitamos Tampas (e não daquelas cujo significado é "balda", porque destas já nós estamos fartos).

Tampas de plástico de qualquer forma e feitio.
Já sabemos onde as entregar e o que será feito com elas...

Não aceitámos inscrever o João em listas de espera de determinadas instituições por não confiarmos na seriedade das pessoas envolvidas - sem querer ofender alguém especificamente. Apenas não conhecemos as pessoas e soubemos de casos em que a ordem das listas poderia ser modificada sem razão aparente, poderiam decidir de repente não avançar com a campanha para determinada pessoa e porque sabemos que há muita gente a ESFORÇAR-SE REALMENTE para juntar tampas especificamente para o Principezinho.

Depois temos ainda outro factor importante: é que a cadeira que ele precisa não é "apenas" uma cadeira de rodas... é uma cadeira de transporte e posicionamento, completamente adaptada às suas necessidades e cujas adaptações são literalmente à medida dele (além disto é EVOLUTIVA, por isso dará para "crescer com ele").

É uma cadeira cujo orçamento ultrapassa as nossas possibilidades e (alegadamente) as da Segurança Social - que como já referi anteriormente, todos os anos quando lhes apresentamos os papéis (entenda-se prescrições médicas das ajudas técnicas necessárias ao desenvolvimento e reabilitação e respectivos orçamentos) "fogem com o rabo à seringa" (desculpem-me os mais sensíveis!) e alegam sempre que já não têm verbas no ano corrente!!!
Um pouco à semelhança do que se tem vindo a passar com o nosso tão querido amigo JP (grilices), com o Hospital do Barreiro.

A madrinha abreviou a história de como milagres acontecem, quando há vontade para isso e por isso, aceitamos tampas de quem quiser fazer parte de um pequeno milagre...

E também aceitamos outras alternativas... porque juntar 30 toneladas de tampas é obra impossível, pelo menos para quem já se disponibiliza um terreno particular para juntar entre 2 a 3 toneladas e cuja mão-de-obra envolvida (em todo o trabalho de ensacar, pesar e transportar da zona de Sintra até Águeda) ser gratuita...

Então, a quem tiver outras ideias ou outras possibilidades, estamos a aceitar tudo o que seja viável!
Por exemplo, se alguém do Porto ou do Alentejo tiver possibilidade e (principalmente) vontade de juntar tampas e vendê-las a quem as compre e depois depositar essa quantia na conta do Principezinho, nós AGRADECEMOS do fundo do coração.

A cadeira avaliada pelos técnicos do Centro de Paralisia Cerebral de Lisboa, para o João é ESTA (astrotilt jr + uma série de acessórios...).
Quem quiser saber mais pormenores pode contactar-nos através do email, mas adiantando o valor da mesma, falamos em 7.800€!

E visto que ainda antes do Verão temos que adquirir uma cadeira sanitária para ele (cujos orçamentos variam entre os 800€ e os 1.500€)... agradecemos toda a ajuda que vier para a "SUPER-CADEIRA"...
*

7 comentários:

Micaela disse...

estou a juntar há pouco tempo e vou continuar! Mesmo não sendo uma quantidade impressionante vou juntar a pensar no Principezinho! Ah, e passar palavra!

beijinhos

Micaela

Prima Ana disse...

Graças a Deus!!!!Como sabem eu assim como a minha mãe desde que soubemos da iniciativa que juntamos e espalhamos a palavra por pessoas amigas e que sem conhecerem pessoalmente o João sentem 1 grande carinho por ele e têm sido espectaculares na ajuda.. Agradeço de coração a todos/as que têm enchido a minha arrecadação, por baixo da minha secretária, a cozinha e varandas da minha mãe e consequentemente o anexo do avô manel...é por isto e por muito mais que tenho a certeza que VAMOS CONSEGUIR!!! Beijos p todos.

Sofia disse...

Nós por cá tb já temos muitas...
E muita malta a juntar...
Tampas, tampas... mais tampinhas...
Os meus meninos todos já sabem, já trazem de casa, as prof. tb, as educadoras, o ATL da Agualva nº3, os meus vizinhos, a panrico daqui da zona... A todos eles o meu/nosso muito obrigado.

ClaudiaMG disse...

Olá Mãe Sisa

Só uma pergunta....se quisermos juntar as tampas (por exemplo aqui no meu trabalho) como fazemos depois???
Vocês têm possibilidades de vir recolher as tampas e de as guardarem?
Se sim, vou passar já aqui a informação e começar a recolher umas tampinhas para vós.

Beijinhos e diz-me alguma coisa

Mina disse...

Também voltei a juntar as tampinhas... Se der para ajudar!...
É só comunicar, que vamos encher o país de tampinhas para o Princepizinho
bjocas

Mãe Sisa disse...

Bem, a logística tem sido o mais difícil de solucionar, mas com alguma boa vontade, chegará tudo a bom porto (espero)...
Por isso, Cláudia, enviar-te-ei para o mail as possibilidades de entrega das tampas, ok?
Obrigada a todos os que se juntam a esta causa!

Sandra Silva disse...

Boa tarde. Na minha empresa juntámos muitas tampas e agora não sabemos o que lhes fazer. Tenho todo o gosto em mandá-las para o Principezinho.
Para onde posso enviá-las?

Obrigada pela lição de vida.
Sandra