quarta-feira, 6 de maio de 2009

A minha jóia



Eu tenho uma jóia preciosa,
Que é linda, casta e pura...
Nascida de um ventre que gerei
E transmite a mais bela candura.
Voa na imensidão do seu olhar,
Mil desejos sem palavras verbalizadas.
Quem dela cuida, sabe sempre o que precisa,
E assim a jóia, está sempre lapidada.
Está fechada numa caixinha,
que por sinal, é cheia de surpresas
E cuidadosamente tratada por alguém
Descendente da realeza!
Se assim não fosse,
Que seria desta jóia?

A sua boca não teria este sorriso,
Que nos acolhe e nos dá força nesta cruz...

...e, os seus olhos não teriam este brilho,
Que nos levam a mergulhar num mar de luz!


Avó Tété

9 comentários:

Mãe Sisa disse...

A Avó Tété é uma tótó porque "quem escreve assim não é gago", por isso devia escrever aqui muito mais do que escreve!!!

Prima Ana disse...

Ufa... até fiquei emocionada.. lindo,lindo!!!
Bjs

Sofia disse...

É bom ler coisas bonitas e que vêm do coração.
Obrigado Avó Teté
Tens que escrever mais vezes...

Catarina disse...

E que jóia!!!

Mina disse...

Mãe Sisa
Muito inspirada, também só pode com um sorriso desses,só pode a joía brilhar.
Bjocas

ClaudiaMG disse...

Que bonita declaração de Amor!!!!

Rosa Maria disse...

A Avó Tété é maravilhosa e está na génese de todas as maravilhas subsequentes.
A mãe Sisa escreve também muito bem, mas este poema escrito com o coração é divinal. Foi certamente inspirado no fabuloso sorriso do mais belo e feliz menino que nos dá uma superior lição de vida.
Não há dúvida o principezinho é o reflexo do AMOR que lhe é transmitido.
Vocês são muito ESPECIAIS!!! Não sei onde posso ir buscar palavras para vos transmitir todo o meu afecto e apreço."Bejos" e um
xi-coração muito apertado!

Xu disse...

Mt bem ... uma avó carregadinha de orgulho e sem sombra de duvidas que ela tem de que se orgulhar pois um neto tao maravilhoso so poderia ser gerado duma filha tao especial. Parabens!

Dina disse...

Olá, olá

Pois é avó Tété, a mãe Sisa tem razão!

Que lindo, que sentido, que amor...

Beijinhos