sábado, 15 de dezembro de 2012

Milagres

Foi à terceira que a extubação do João correu bem e que ele aguentou o modo de ventilação não invasivo.
Depois de cerca de 3 dolorosas semanas em que vimos o João sem conseguir respirar sozinho e com a confirmação que estava infectado por Pseudomonas tivemos que nos mentalizar que o caso se agravara mais do que esperávamos. 
Esta era já uma hipótese colocada desde o internamento de Janeiro-Março, só que não fora confirmada.
Estando agora confirmada a presença desta bactéria sabemos que coloniza o pulmão, permanecendo mesmo que a infecção seja tratada... É um agente oportunista que aproveita para fazer cada vez mais estragos...

Não bastando isto o João entretanto teve uma bacterémia causada por Klebsiella.

Os piores cenários foram traçados.

Graças a Deus o João ultrapassou mais estes obstáculos. Desta vez.

Não vale a pena dizer "Ele é forte", "Ele vai conseguir" ou o mais ridículo que podem dizer "isto não é nada"... de cada vez que tem uma nova infecção.
A mínima coisa é tudo. Ainda mais quando tem infecções destes tipos.
Tudo é alguma coisa. Qualquer coisa é grave.
Ele é imunodeprimido. Não é uma criança saudável. A diferença é enorme.

Viemos para casa assim que completou o último ciclo de antibióticos a fim de evitar qualquer outra complicação ou infecção hospitalar.
Estamos em casa há uma semana e na iminência de voltar ao  hospital a qualquer momento (há dois dias que ele voltou a ficar com hipersecreções com acessos de tosse mais descontrolados e flutuações da temperatura basal). Tenho a mala à porta, pronta.

Não espero o pior: sou realista e pragmática.
As coisas são o que são e nós temos que adaptar a nossa vida a esta realidade.

Se acredito em milagres: com toda a certeza que sim!
O meu filho está vivo, por enquanto...

Agradeço a Deus a Vida dele todos os dias a cada vez que olho para ele ou que (não estando ao pé dele) me lembro dele. Ele é o meu milagre. Mas sei que não é eterno, que é frágil como uma papoila...

5 comentários:

Anónimo disse...

graças a deus esta em casa,e não ira voltar para o hospital agora e só torcer para que tudo ocorra bem em sua recuperação.se milagres existem ?sim ele é o milagre de deus um guerreiro?!bjs mãe sisa

Marylight disse...

Sílvia, é com muita emoção e estou super comovida que leio este post. Não sei o que dizer...sei que as palavras não passam de palavras. Vocês (pais do João) têm sido espantosos e imagino que o vosso sofrimento seja enorme. O João um guerreiro de 1ª! Admiro-vos, admiro a vossa coragem a vossa força, o João tem a sorte de ter os pais que tem. Espero que ele consiga ultrapassar todos os obstáculos que surjam, sei que vos causa dor e sofrimento e a ele também, mas desejo do fundo do coração o melhor e as melhoras de grande menino que ele é! Abraço forte!

Prima Ana disse...

E é mesmo assim q tens de viver agradecendo a Deus o privilégio de seres a MÃE dele e vivendo um dia de cada vez, com a certeza que o viveste intensamente e vivê-lo intensamente é amá-lo e transmitires-lhe todo esse amor nas mais diversas formas que o podes fazer...Eu tb acho a resistência, a persistência a luta diária dele p si só é um milagre mas confesso q queria 1 outro, maior, daqueles q explicamos com intervenção divina, é pedir muito???? Não creio q seja....
Contra ventos e tempestades aqui estaremos... Beijos nos vossos corações; Prima Ana

Estrunfina disse...

A alma dele é eterna...
A tua alma é eterna...
Aquilo que vos une é eterno...

Anónimo disse...

Meus queridos Sílvia e Manel, apesar da dor e tristeza que sinto em pensar em todo o sofrimento que o nosso Jotinha está a passar e vocês pais... ao mesmo tempo tenho um sentimento que me enche o peito, a alma... um sentimento que me fortalece, transforma, que não sei explicar, sinto imenso orgulho em vocês, agradeço a vossa vida e a do João cada dia, agradeço por fazerem parte da minha vida!!!
Esperança no futuro?... o que interessa é o presente, disfrutar da presença deste menino tão especial, viver cada segundo intensamente, amando... neste momento cada dia que passa é um milagre!!! Força para vocês os dois e um abraçinho bem apertado com muito amor para o João, da tia Marta