sexta-feira, 20 de março de 2009

Maneiras de expressão


Julgava não ser possível ouvir chamar por mim sem palavras. Pensava que a expressão de cada indivíduo passava sempre por uma (ou todas) de três tipos de comunicação: oral, escrita ou gestual. Sempre concretas e seguras do ponto de vista gramatical.

Sabia, no entanto, que existia também um tipo de comunicação simbólica, visto estar minimamente familiarizada com as tabelas de SPC, uma de várias técnicas Aumentativas e alternativas de Comunicação...

No entanto, dei por mim a reflectir sobre um outro tipo de linguagem, e é esse raciocínio que passo agora resumidamente para escrito e partilho com quem o ler.

Hoje em dia sei que o conceito de Comunicação compreende mais do que aquilo que nos ensinam. Pode-se dizer, sucintamente, que comunicação é um processo onde se trocam informações, por meio da fala (duas pessoas a falarem frente a frente), através de gestos (não importa se apenas um comunica através de gestos ou os dois, desde que a mensagem seja recebida), ou através da escrita, seja ela de que tipo.

Tenho, no entanto, conhecimento de um outro tipo de Comunicação. Conhecida por muitos, mas sem nome e incompreendida pelos não-praticantes da mesma.

Sei que, de facto, "Um olhar diz mais que mil palavras."

Consigo entender um olhar que expressa vontades, desejos ou gostos dizendo: "Estou cheio" ou "Quero água"; "Brinca comigo...", "Não gosto disso!" ou "Lê-me uma história.". Não quer dizer que não esteja associado a pequenos gestos ou pequenos sons, mas eles são também perceptíveis para os ouvidos familiarizados.

A melhor das expressões vinda deste tipo de comunicação não baptizada cientificamente, é seguramente a que transmite sentimentos. Não há nada que preencha mais do que uma declaração feita com uns olhos brilhantes, um sorriso bem delineado e um bater de pestanas que me dizem: "Gosto muito de ti!".

A não compreensão daqueles que não estão familiarizados a incapacidade de outros, leva à incredibilidade de ser um tipo de comunicação alternativa. Pois eu discordo. Acho é uma linguagem e não apenas uma técnica duma linguagem. Acho que são sim capazes de transmitir pensamentos, acções e sentimentos, e que o fazem com opinião, com participação, com sentido, sentimento, e Inteligência, obedecendo aos mesmos processos mentais, mas utilizando formas de expressão diferentes.

Como todo o tipo de linguagem associa a sua característica mais evidente ao nome, como por exemplo, a linguagem escrita que estou a desenvolver, baptizarei este tipo de linguagem acima descrito sucintamente também com a sua característica mais evidente: amor.

Sem uma forma de amor muito particular, com natural compaixão, paciência, atenção e medo, é claramente impossível entender tal linguagem. Deixo, por isso, um sorriso e um pensamento a quem fala ou entende a Linguagem do amor.

O meu sorriso é esperançoso e o pensamento é "Ainda bem.".

Ainda bem que existe quem os compreenda e lute por eles. É preciso fazer erguer nestas pessoas especiais uma auto-estima baseada em amor, para que possam enfrentar o mundo que temos lá fora, protegidos por um escudo de coragem, humor e confiança.
Creio e espero que nenhum preconceito se mantenha face a um ser inteligente, pensante e amável.

*

6 comentários:

Mel disse...

Emociono-me muito quando a leio. De facto, não é dificil, para si, perceber a linguagem do amor, porque, na escrita, fa-lo sempre com o coração.
Quem tem crianças especiais sabe, de facto, que há esse outro tipo de linguagem que, penso, existe em todos os seres pensantes, mas que nem sempre se apercebem dela por disporem das outras.
Muito obrigada pela partilha e parabéns pela familia adorável que conseguem ser.
Um abraço forte para todos e um muito especial para esse menino fantástico que é o seu Principezinho.
Maria Anjos

Prima Ana disse...

Compreendo perfeitamente do que se fala... já tinha sentido essa "comunicação não falada" com algumas pessoas que passa muito pela cumplicidade mas quem me tem ensinado verdadeiramente a ler o olhar é o nosso principezinho.. e muito honestamente é a comunicação mais pura, transparente que existe..
Beijos Prima Ana

Coisa Ruim disse...

Tive o enorme prazer de conhecer esse olhar brilhante e as festinhas maravilhosas e calorosas do João... Mas deste-me a conhecer outro tipo de comunicação. Aquele que, mesmo de quem pode expressa-lo por palavras ou gestos, os olhos brilham só de falar da "Bomboca", o amor que vos une a todos transparece em todos os vossos poros, e é um amor que é tão bonito de se ver (:

Xu disse...

Oh tao fofa q tu tas ... deves ter tido um "dakeles" olhares hj q te levou a escrever isto e ainda bem. Q o João é especial isso nem se poe em causa e tb nao o facto de ter um monte de gente q lhe ker bem, q o ama, q sente a falta dele e q olha para ele enqto pessoa e n apenas como uma criança q reker tratamento especial. Por mim ele é tratado especialmente pq para mim ele é especial. Embora mtas vezes de longe preocupo-me e lembro-me dele (ate pq tenho uma foto dele no kuarto da micro por isso é inevitavel falar do joao tds os dias).
Adoro este miudo e tb axo q ja percebo alguns olhares deles ... pq ele é extremamente expressivo e por isso é preceptivel entende o q ele ker.
Parabéns tia maria, tens um sobrinho q é um ESPECTAAAAAAAAAAACULO e a "tia" Xu gosta dele ás carradas.

Sofia disse...

É bom saber que há gente que consegue pôr em palavras o que se sente quando somos "Amados" através desta forma de comunicação. É verdade nem todos conseguem, mas o importante é que alguém consegue entender...
Parabéns tia Mariarte.

Dina disse...

Olá, olá

É sempre com enorme prazer e alegria no coração que leio as suas palavras.

Amor, apenas amor...

Como compreendo, como sinto diariamente esse olhar, essa expressão, a primeira de todas, depois há, o som, por vezes até a palavra mas, é o olhar, o olhar que nos transmite, que estamos no caminho certo, no caminho mais importante que existe nesta vida, o caminho de quem sabe amar de forma incondicional.

Beijinhos muito especiais e um abracinho muito apertadinho para o João e o seu olhar mágico e maravilhoso...